ECONOMIA SOCIAL E SOLIDÁRIA

Os objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Sinergias e Oportunidades

ONLINE - 22 a 26 novembro 2021

COMISSÃO CIENTÍFICA


Amélia Oliveira Carvalho

Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto

Doutorada em Gestão pela Faculdade de Economia do Porto (FEP), com especialização em Contabilidade e Controlo de Gestão, título da tese: "Transparência na prestação de contas das Fundações: abordagem teórica e empírica". Mestrado em Contabilidade e Administração pela Universidade do Minho (EEG), título da dissertação "Enquadramento Contabilístico das Entidades sem Fins Lucrativos - um Ensaio". Licenciatura em Economia (UPT).
Docente há mais de duas décadas na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto (ESTG-P.PORTO), nas áreas das Ciências Empresariais presentes nas Licenciaturas e Mestrados. Foi Vice-Presidente ESTG-P.PORTO e, ainda, Diretora da Licenciatura em Ciências Empresariais. Colaborou como docente noutras instituições de Ensino Superior, em particular na área da Contabilidade e Fiscalidade do Terceiro Setor.
Atualmente, é Presidente do Conselho Técnico-Científico da ESTG-P.PORTO.
Membro integrado do CIICESI-Centro de Inovação e Investigação em Ciências Empresariais e Sistemas de Informação. As linhas de investigação que desenvolve centram-se nas temáticas da Contabilidade e Fiscalidade no Terceiro Setor, Accountability, Transparência e Governance.Membro da Comissão Científica em diversas conferências e congressos internacionais e nacionais, bem como de revistas de âmbito internacional. Vasta experiência na orientação de dissertações/projetos de mestrado e em participação em júris de provas públicas. Autora e coautora de diversos artigos científicos e reviewer em diversos journals. Exerce atividade na Unidade de e-Learning e Inovação Pedagógica do Politécnico do Porto (EIPP) e desempenhou durante vários anos o cargo de gestor público e de direção em organismos de âmbito regional.

Américo Carvalho Mendes

Professor Associado e Coordenador da ATES - Área Transversal da Economia Social, Universidade, Portugal

Américo M. S. Carvalho Mendes, é licenciado em Economia, com especialização em Planeamento do Desenvolvimento Regional e Urbano (Universidades de Toulouse e de Aix-Marseille III - França, 1979), pós-graduado em Economia e Estratégia do Desenvolvimento Rural (Universidade de Aix-Marseille II - França, 1980) e doutorado em Economia (Universidade do Arizona, EUA, 1995). É professor associado da Universidade Católica Portuguesa (Católica Porto Business School). É também coordenador da ATES - Área Transversal de Economia Social e diretor da pós-graduação em Gestão de Organizações de Economia Social da Universidade Católica Portuguesa (Porto). Entre 1980 e 1993, foi técnico superior da Comissão de Coordenação da Região Norte, onde trabalhou em projetos de desenvolvimento regional e rural. Desde 1980, colabora como voluntário em várias organizações de economia social, nas áreas do desenvolvimento regional e da ação social, com responsabilidades na criação e nos órgãos diretivos de algumas delas.

Andrés Arias Astray

Faculdad de Trabajo Social, Universidad Complutense de Madrid, Espanha

Andrés Astray possui um Mestrado e um Doutoramento em Psicologia pela Universidade Complutense. É assistente social pela Universidade de Castilla La-Mancha, e tem uma Licenciatura em Filosofia e Educação da Pontifícia Universidade (Salamanca). Desta última universidade, obteve, ainda, um mestrado em Psicanálise. É Professor Catedrático em Serviço Social, Codirector do Grupo de Investigação "Fatores psicossociais e intervenção social", Diretor do GrupoLab (http://ucm.es/grupolab) e Director-Geral da Fundação Geral da Universidade Complutense de Madrid (UCM). Foi Vice-Reitor de Relações Institucionais e Internacionais, Decano e Vice-Decano na Faculdade de Serviço Social, onde foi também coordenador académico dos programas de mestrado e doutoramento em serviço social. Antes da sua chegada à Complutense em 1999, foi Professor Associado de Psicologia Social na Universidade de Almería (1994-1999), onde também foi Secretário da Faculdade de Humanidades e Ciências da Educação. Anteriormente, foi Bolseiro de Investigação no Departamento de Psicologia Social na Universidade Complutense (1992-1994). Publicou mais de 80 artigos, livros e capítulos de livros, em revistas revisadas por pares ou em editoras de prestígio. No estudo realizado pelo EC3 Grupo de Investigação da Universidade de Granada, esteve no primeiro quartil de investigadores na área do Serviço Social em Espanha. Participou em mais de 40 projetos de investigação e inovação nacionais e internacionais. Fez estadias de investigação na Universidade de Harvard (RCC) e na Universidade Internacional da Florida (FIU). Tem sido Professor Visitante de Serviço Social no ISCTE-IUL (Portugal) e é, atualmente, Professor Visitante no Center for Social & Health Innovation, MCI, The Entrepreneurial School (Austria). Foi professor visitante em mais de 15 Universidades Europeias. Tem representado a sua instituição em várias arenas internacionais, incluindo o Executive Committee of the European Association of Schools of Social Work (EASSW) (2012-2021), sendo agora membro honorário. É membro ativo da International Association for Social Work with Groups (IASWG).

Ariana Cosme

Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade do Porto, Portugal

É professora na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação na Universidade do Porto onde coordena o Observatório de Vida das Escolas integrado no CIIE, Centro de Investigação e Intervenção Educativas. Doutorada em Ciências da Educação pela Universidade do Porto, realizou um Pós-Doutoramento no campo da Formação de Professores na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil onde é professora visitante.
Autora de obras que se debruçam sobre a problemática da mediação educativa e pedagógica e a reconfiguração da profissão docente, desenvolve essa reflexão, sobretudo no domínio da Escolaridade Obrigatória, o que justifica a intervenção que, neste âmbito, tem vindo a desenvolver como formadora e consultora de Câmaras Municipais, de Escolas inseridas em Territórios socialmente vulneráveis, os TEIPs e em Projetos de Inovação Pedagógica, os PPIPs. Foi consultora do Ministério da Educação para o Programa de implementação do novo modelo de Autonomia e Flexibilidade Curricular na Escola e coordena o estudo avaliativo sobre a implementação e generalização do referido programa.

Célia de Sousa

Escola Superior de Educação e Ciências Sociais - Instituto Politécnico de Leiria, Portugal

Doutorada em Ciências da Educação. Coordena desde 2006 o Centro de Recursos para a Inclusão Digital (CRID), do IPLeiria. Professora de carreira da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Politécnico de Leiria. Investigadora Integrada do Centro de Investigação interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa. Membro da direção da Sociedade Portuguesa de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade (SUPERA). Perita da comissão de atribuição da Marca de Entidade Empregadora Inclusiva 2021. Professora convidada do Programa em Diversidade Cultural e Inclusão Social - Universidade Feevale e da Universidade de Cabo Verde (UNICV) no âmbito do mestrado de Educação Especial. Nas duas últimas décadas tem desenvolvido projetos nas áreas das Tecnologias de Apoio, inclusão, acessibilidade e Comunicação Aumentativa. Tem colaborado como consultora Internacional nas áreas da acessibilidade e inclusão com diferentes entidades, entre as quais se destaca trabalho de consultoria para implementação da legislação da educação inclusiva com o Governo de Cabo Verde. É Autora e Coautora em diferentes publicações nacionais e internacionais nas áreas das Tecnologias de Apoio, Comunicação Aumentativa, Educação Inclusiva e acessibilidade cultural. Recebeu em 2007 o Troféu Afonso Lopes Vieira, na Categoria de Comunicação pelo Semanário Região de Leiria, em 2015 o Prémio Iniciativa de Alto Potencial em Inovação e Empreendedorismo Social, com os Projetos: Projeto de Leitura Inclusiva Partilhada (PLIP), e o Projeto Mil brinquedos Mil Sorrisos, pelo Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social, em 2017 o Prémio "EKUIzador do Ano" pela Associação LEQUE, em 2018 o Prémio "Acesso Cultura 2018" com o livro multiformato "A rainha das Rosas". Em 2018 foi nomeada "Embaixadora da Boa Vontade" pela Associação Colmeia pelo trabalho desenvolvido em Cabo Verde no âmbito da inclusão e acessibilidade. Em 2017 foi agraciada com uma carta de agradecimento, por Sua Santidade, o Papa Francisco, pelo trabalho desenvolvido no âmbito das comemorações do Centenário das Aparições de Fátima. Em 2021 foi distinguida pela Direção Regional de Cultura do Centro" As Mulheres na Cultura e na Salvaguarda do Património imaterial da Região Centro " pelo trabalho desenvolvido no âmbito da acessibilidade cultural.

Cristina Parente

Faculdade de Letras, Universidade do Porto, Portugal

Socióloga de formação, é professora associada com agregação no Departamento de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (DS-FLUP) e investigadora integrada do Instituto de Sociologia (IS-FLUP) da mesma instituição, desde 1991. Obteve o grau de doutora em 2004 e de licenciada em 1990, ambos em Sociologia pela FLUP. Concluiu o grau de mestre em Políticas e Gestão de Recursos Humanos no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa - Instituto Universitário de Lisboa, em 1996. Em 2012, conclui pós-doutoramento em Administração no Centro de Pós-Graduação em Pesquisas em Administração da Faculdade de Ciências Económicas da Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil).É diretora da licenciatura em Sociologia da FLUP, desde 2014. A partir de 2010 vem desenvolvendo estudos comparativos sobre o ecossistema da economia social e solidária em Portugal, Espanha e Brasil. Em 2015 foi investigadora visitante do IGOP - Instituto de Governo e Política Pública - da Universidade Autónoma de Barcelona (UAB), integrando desde então como observadora a Rede de Economia Solidária Catalã (XES - Xarxa d' Economia Solidária) (Espanha). A partir de 2009 coopera regularmente em atividades de ensino e investigação com a Faculdade de Ciências Económicas da Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil), onde como investigadora visitante tem desenvolvido trabalho no âmbito do Nig.One - Núcleo Interdisciplinar sobre Gestão em Organizações (não) Empresariais e do IEAT - Instituto de Estudos Transdisciplinares Avançado. No âmbito do DS-FLUP, criou a Secção de Formação e Educação Contínua. Liderou e coliderou a equipa de comunicação externa do DS-FLUP. Coordenou a linha de investigação Trabalho, Emprego, Profissões e Organizações (TEPO) do IS-FLUP. Assumiu as funções de editora da 2º série de working papers do IS-FLUP. Desenvolve atividades de investigador e de coordenador de investigação e supervisão de projetos sobre economia social e solidária, agricultura familiar e sustentável, empreendedorismo social, gestão de recursos humanos, formação de adultos, bem como sociologia das empresas e organizações. É consultora da A3ES - Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior. É autora e coautora de vários artigos científicos e livros, comunicações e conferências proferidas quer em meios académicos, quer profissionais. Foi membro cofundador da A3S - Associação para o Empreendedorismo Social e a Sustentabilidade do Terceiro Sector (2006 - 2017).

Deolinda Meira

ISCAP - Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto - instituto Politécnico do Porto, Portugal

Deolinda Meira é licenciada, mestre e doutora em Direito, com a tese "O regime económico das cooperativas no direito português. O capital social". É professora coordenadora no Instituto Politécnico do Porto/ISCAP, no qual exerce as funções de diretora do Mestrado em Gestão e Regime Jurídico-Empresarial da Economia Social. É investigadora no Centro de Investigação em Ciências Sociais e Organizacionais do Politécnico do Porto (CEOS.PP), no qual coordena um grupo de investigação em economia social. Os seus interesses em termos de investigação centram-se no regime jurídico das cooperativas e da economia social em geral. Neste âmbito, publicou três livros, mais de 140 artigos em revistas e capítulos de livros e coordenou três livros. É avaliadora de artigos em revistas da especialidade.
Recebeu o Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio, na categoria «Estudos e Investigação» (2015), em coautoria com Maria Elisabete Ramos, pelo estudo «Governação e regime económico das cooperativas. Estado da arte e linhas de reforma». Foi membro da Comissão Redatorial de Revisão da Legislação Cooperativa, integrada no Grupo de Trabalho para a Reforma da Legislação da Economia Social, criada no âmbito do CNES (Conselho Nacional para a Economia Social). É coeditora da Revista Cooperativismo e Economia Social, membro do Conselho de Redação da REVESCO- Revista de Estudios Cooperativos e do International Journal of Cooperative Law. É membro da Asociación Internacional de Derecho Cooperativo, do Study Group on European Cooperative Law (SGECOL), do CIRIEC Portugal- Centro de Estudos de Estudos de Economia Pública e Social (CEEPS), do IBECOOP - Instituto Brasileiro de Estudos em Cooperativismo; da Asociación Iberoamericana de Derecho Cooperativo, Mutual y de la Economía Social y Solidaria. É membro da comissão científica do CIRIEC Internacional - Centre International de Recherches et d'Information sur l'Economie Publique, Sociale et Coopérative», do IUS Cooperativum - An International association of co-operative lawyers; da Associazione Terzjus - Osservatorio di diritto del terzo settore, della filantropia e dell'impresa sociale; da Escuela de Estudios Cooperativos da Universidad Complutense de Madrid. É membro da Comissão Científica da"CIRIEC-España, Revista jurídica de economía social y cooperative" e do "Boletin de la Asociación Internacional de Derecho Cooperativo".

Eduardo Marques

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade dos Açores, Portugal

Doutor Europeu em Serviço Social pela Universidade Complutense de Madrid. Ex. Diretor do Curso da Licenciatura em Serviço Social e docente da área científica do Serviço Social na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade dos Açores. Investigador afiliado no Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais - Pólo da Universidade dos Açores, CICS.NOVA.UAc.
Membro do Comité Editorial Internacional da Revista "Espacios Transnacionales - Revista Latinoamericana-Europea de Pensamiento y Acción Social e do Comité Editorial de la Revista Científica UISRAEL. Revisor de artigos científicos da Revista "Cuadernos de Trabajo Social"
e-professor na VIRCAMP - Social Work Virtual Campus, projeto pioneiro no ensino internacional do serviço social que envolve várias universidades europeias e de fora da europa (https://vircamp.net).
Desde 2008 que tem desenvolvido projetos e trabalho no âmbito da intervenção psicossocial em catástrofes, serviço social ambiental e intervenção comunitária criativa.
Experiência profissional em Gestão de Projetos, Dirigente Associativo em várias organizações da economia social, Consultor da Skillent/i9social, Revisor de candidaturas no âmbito do Programa Cidadãos Ativ@s. Membro da Direção do Núcleo Regional dos Açores da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Fafate Costa

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Brasil

Fafate é Jornalista com atuação de 20 anos em emissoras de TV. Pesquisadora, é docente efetiva do Curso de Jornalismo da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, no Brasil. Doutora em Memória Social com investigação sobre a representação da mulher na cobertura midiática de casos de feminicídios, estudou os discursos da imprensa num intervalo de 50 anos entre os casos Eliza Samudio (2010) e Dana de Teffé (1960). Sua pesquisa de Pós-Doutorado, desenvolvida na Universidade de Warwick (Coventry, Reino Unido), trata de assédio e desigualdade de gênero em ambiente universitário com vivência em três países: Brasil, Portugal e Inglaterra. Atualmente coordena os trabalhos de implantação da Política Institucional pela Diversidade, Gênero, Etnia/Raça e Inclusão na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.
Linhas de investigação: Memória Social; Violência contra a Mulher; Análise de Discursos; Linguagem Audiovisual.

Fernando Diogo

Universidade dos Açores, Portugal

É Doutorado em Sociologia, Professor Associado com agregação da Universidade dos Açores e investigador do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA.UAC/CICS.UAc). Foi fundador da Cooperativa de economia solidária Kairós em 1995, onde exerce atualmente funções de presidente da assembleia geral, e responsável, como vogal, pela Ação Social estatal nos Açores (IAS) entre 1996 e 2000; exerceu funções de vogal do conselho diretivo da Fundação Gaspar Frutuoso entre setembro de 2015 e abril de 2018. Sendo que esta fundação faz a gestão financeira dos projetos científicos da UAC. É também presidente da Assembleia Geral da Associação de Fotógrafos Amadores dos Açores. Faz parte do Conselho Económico e Social dos Açores, desde setembro de 2019 (CESA), como uma das três personalidades de reconhecido mérito coaptadas, tendo sido eleito presidente da comissão dos sectores sociais (2021-2024).Foi coautor da Estratégia Regional de Luta Contra a Pobreza dos Açores, consultor do primeiro plano de ação desta estratégia e é membro da respetiva comissão científica (2018-2021).É, atualmente, dirigente da secção de Pobreza, Exclusão Social e Políticas Sociais da Associação Portuguesa de Sociologia e membro do COLAB sobre CHILD POVERTY da U. do Minho. Na RAA é membro do Conselho Económico e Social e participou ativamente na constituição da estratégia regional de luta contra a pobreza dos Açores. Tem desenvolvido investigação na área da pobreza, da relação com o mercado de trabalho e em questões envolvendo educação e formação, de pobres e de jovens, tendo coordenado o estudo Juventude Açoriana e Mundo do Trabalho. Coordena o projeto Trajetos e quotidianos de pobreza em Portugal realizado para a Fundação Francisco Manuel dos Santos e é membro da equipa do projeto Pobreza Infantil: conhecer para intervir realizado para a Rede Europeia Anti Pobreza.

Francisco Ferreira

FCT NOVA, Universidade Nova de Lisboa, Associação Ambientalista Zero, Portugal

Francisco Ferreira é Professor Associado no Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente da NOVA School of Science and Technology (FCT-NOVA) e investigador do CENSE (Centro de Investigação em Ambiente e Sustentabilidade). É licenciado em Engenharia do Ambiente pela FCT-NOVA, mestre por Virginia Tech nos EUA e doutorado pela Universidade Nova de Lisboa. Tem um significativo conjunto de publicações nas áreas da qualidade do ar, alterações climáticas e desenvolvimento sustentável. Atualmente é o Presidente da "ZERO - Associação Sistema Terrestre Sustentável", uma organização não-governamental de ambiente de âmbito nacional.

Francisco J. V. Fernandes

Conselho Geral da Universidade da Madeira, Portugal

FRANCISCO FERNANDES nasceu no Funchal em 1952. Licenciado em Finanças é Mestre em Gestão do Desporto e possui Doutoramento em Motricidade Humana/Ciências do Desporto. Atualmente aposentado, desempenhou funções docentes em Matemática, Ciências Naturais e Estatística, foi presidente do Instituto do Desporto da Região Autónoma da Madeira e Secretário Regional da Educação. Foi como diretor adjunto dos Aeroportos da Madeira que terminou a sua carreira profissional, em 2019. É presidente do Conselho Geral da Universidade da Madeira. Coopera como voluntário junto da CRIAMAR - Associação de Solidariedade Social para o Desenvolvimento e apoio a crianças e jovens.
Com cinco filhos e quatro netos, faz da escrita uma forma de transmitir mensagens. Dedica-se particularmente aos leitores infantojuvenis, junto dos quais procura incentivar o gosto pela leitura e pela escrita criativa, participando frequentemente em atividades promovidas pelas bibliotecas escolares. Possui mais de três dezenas de títulos publicados, alguns dos quais integram o Plano Nacional de Leitura.

Joaquim Croca Caeiro

ISCSP - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, Portugal

É professor associado do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Técnica de Lisboa, agregado em Política e Economia Social - Universidade Lusíada de Lisboa, Doutor em Ciências Sociais pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Técnica de Lisboa, Mestre em Ciência Política pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Técnica de Lisboa, Licenciado em Direito pela Universidade Lusíada de Lisboa, Licenciado em Gestão e Administração Pública pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Técnica de Lisboa. É Coordenador da Escola de Desenvolvimento Local, Investigador Doutorado do Observatório Político e Investigador Integrado do CAPP/ISCSP-FCT. Foi Coordenador Adjunto da Licenciatura em Administração Pública e Políticas do Território, de setembro 2016 a julho 2019, Subdiretor Geral do Gabinete de Estratégia e Planeamento do Ministério da Solidariedade e da Segurança Social, de 01.09.2012 a 01.09.2013, Vogal Conselho Diretivo, Instituto da Segurança Social, IP., de 29.09.2011 a 01.09.2012, Membro Efetivo do Comité de Proteção Social da Comissão Europeia, Ministério da Solidariedade e da Segurança Social, de 29.09.2011 a 01.09.2013, Diretor do Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa, de 01.09.2006 a 01.09.2010

José António Pereirinha

Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa, Portugal

Licenciado em Economia, Doutorado em Estudos de Desenvolvimento (PhD in Development Studies, ISS, Universidade de Roterdão, Países Baixos) e com Agregação em Economia pela Universidade Técnica de Lisboa. É Professor Catedrático (aposentado) de Economia (Economia Pública e do Bem-Estar) no ISEG, Universidade de Lisboa. Investigador no Gabinete de História Económica e Social (CSG/ISEG, Universidade de Lisboa). Ensinou Teoria Económica, Macroeconomia do Crescimento, Política Social e Estudos de Desenvolvimento. Os seus principais interesses de investigação incluem a economia da desigualdade, da pobreza e da exclusão social, necessidades humanas e orçamentos de referência, economia do Estado Social e análise das políticas sociais. Publicou vários livros e capítulos de livros sobre estes temas, e também tem publicado em revistas académicas como South European Society & Politics, European Policy Analysis, Journal of Iberian and Latin American Economic History, Review of Socio-Economics, Journal of Income Distribution, Journal of Social Policy, Social Policy & Administration, Global Social Policy. Os mais recentes projetos de investigação da FCT que coordenou foram sobre a História do Estado-Providência de Portugal e sobre a Pobreza Absoluta/Rendimento Adequado em Portugal. Tem sido orientador de teses de doutoramento nas áreas científicas em que investiga. Foi coordenador do Mestrado em Economia e Política Social e, mais recentemente, do programa de Doutoramento em Estudos de Desenvolvimento (PhD in Development Studies) desde a sua criação até ao ano letivo 2016/17. Foi Presidente do Departamento de Economia, Presidente do Conselho Científico e Vice-Presidente do ISEG, Universidade de Lisboa.

José Manuel Henriques

Professor no ISCTE-IUL Instituto Universitário de Lisboa, Investigador do Centro de Investigação Dinâmia-CET

José Manuel Henriques, Professor no ISCTE-IUL Instituto Universitário de Lisboa (www.iscte-iul.pt) (aposentado), Doutorado em Economia (Economia do Desenvolvimento), Mestre em Planeamento Regional e Urbano. Foi docente em Economia do Desenvolvimento nos cursos de Mestrado em Estudos de Desenvolvimento, Economia e Políticas Públicas, Economia Social e Solidária, Economia Política, Estudos Internacionais, Arquitectura dos Territórios Metropolitanos Contemporâneos e nos cursos de Doutoramento em Arquitectura dos Territórios Metropolitanos e Estudos Urbanos; Foi director dos Mestrados em Estudos de Desenvolvimento e Economia Social e Solidária e é investigador do centro de investigação Dinâmia-CET (https://www.dinamiacet.iscte-iul.pt) onde é responsável pelo programa Planning for Territorial Resilience and Social Innovation in Places (Programa innPlaces).
Tem vindo a desenvolver pesquisa em planeamento para o desenvolvimento, inovação social e resiliência territorial, e em novas formas de governança e avaliação realista no quadro de programas europeus de natureza experimental (Pobreza III, Emprego & Adapt, Equal, etc.), programas nacionais (Iniciativa Bairros Críticos, Programa Rede Social, etc.), e organizações internacionais como a Organização Internacional do Trabalho (OIT) (Programa STEP, Projecto CIARIS, projecto BRIDGES) e a OCDE (Projecto IESED). É membro da comissão científica de apoio à implementação da Estratégia de Combate à Pobreza do Governo Regional dos Açores e tem vindo a contribuir para o desenvolvimento de um 'perfil de competências' em 'animação territorial' e para a formação de 'agentes de coesão' a partir da criação inicial da Academia para a Coesão nos Açores (ACA) pela Agência para a Coesão Territorial nos Açores (AGECTA).

Jordi Estivill Pascual

ISCTE-IUL Instituto Universitário de Lisboa, Universidade de Barcelona, Espanha

Jordi Estivill é doutorado em Sociologia pela Universidade de Paris VII em 1973 e licenciado em Economia pela Universidade de Barcelona, em 1964. Perito em exclusão social, tem um vasto currículo académico e de compromisso com os movimentos sociais. É Professor Emérito de Política Social na Universidade de Barcelona e antigo Diretor do Gabinete de Estudios Sociales de Barcelona (1984-2002). É coordenador de numerosos projetos de investigação e autor de numerosas publicações, tendo já realizado numerosos trabalhos em Portugal e publicado vários livros. O último é Europa nas Trevas. É, desde 2000, professor no ISCTE-IUL- Instituto Universitário de Lisboa. É especialista em políticas sociais e economia solidária, tendo sido membro fundador da Rede Catalã de Economia Solidária e conselheiro internacional dos Observatórios de Pobreza e Exclusão Social da Catalunha, Budapeste e Lisboa. É professor visitante em várias universidades de Madrid, Caracas (Andrés Bello), Bordéus, Brescia, Antuérpia, Grenoble, Lisboa (Nova), Santiago, Paris, Porto, Rio de Janeiro, Roma, Lovaina, Genebra, Coimbra, Saragoça, foi-lhe atribuído pela Generalitat de Catalunya (2010), o prémio para a melhor carreira profissional na área social.

Jorge M. L. Ferreira

ISCTE- IUL - Instituto Universitário de Lisboa

Doutor em Serviço Social na especialidade de Serviço Social, Políticas Sociais e Sociedade. Professor associado do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa. Diretor do Doutoramento em Serviço Social. Sub-diretor departamento ciência política e políticas públicas. Membro efetivo da Comissão Científica do Departamento de Ciência Politica e Politicas Públicas. Membro efetivo comissão pedagógico da ESPP. Secretário de REdidi - Rede Ibero-americana de Docência e Investigacão em Infância. Vice-presidente da Sociedade Científica em Serviço Social, Portugal. Vice-presidente da Associação para o Serviço Social Internacional. Presidente da Associação de desenvolvimento local ALAO.
Centro de Investigação: CIES - IUL (Centro de Investigação e Estudos Sociológicos - Instituto Universitário Lisboa)
Domínios de Investigação: Investigação Teórica (Epistemologia, teoria do Serviço Social e a interdisciplinaridade dos saberes) e Investigação Aplicada (Práticas do Serviço Social em contexto Institucional, Comunitário e Familiar no âmbito da Criança, Família, Adultos em situação de vulnerabilidade social, sistema de proteção social e politicas sociais), Sustentabilidade social, Educação. Tem diversas publicações científicas e várias comunicações em seminários nacionais, internacionais e em congressos no domínio do Serviço Social e Política Social. Membro do conselho editorial internacional de diversas revistas de Serviço Social Nacionais e Internacionais.

Luiz Inácio Gaiger

Universidade do Vale do Rio dos Sinos -UNISINOS, Brasil

Licenciado em História, Mestre e Doutor em Sociologia, Bolsista de Produtividade do Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico (CNPq) desde 2000, atualmente é Colaborador Voluntário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Sua experiência docente abrange tópicos de teoria sociológica, métodos de pesquisa e questões relacionadas à sustentabilidade socioambiental. Tem se dedicado a pesquisas sobre economia solidária, cooperativismo, formas participativas de democracia, políticas públicas e temas vinculados às desigualdades, com vários livros e artigos publicados, além de trabalhos de divulgação. Com o prof. José Luis Coraggio (UNGS/Argentina), coordena a Rede de Investigadores Latino-americanos de Economia Social e Solidária - RILESS. É codiretor da revista Otra Economía. Suas principais área de docência compreendem teoria geral e metodologia e teoria da ação coletiva. Tem realizado pesquisas sobre economia solidária, empresas sociais, movimentos sociais, trabalho e alternativas sociais. Foi Diretor da Sociedade Brasileira de Sociologia (2009-2011). É Bolsista de Produtividade do CNPq desde 2000, atualmente Nível 1D. Em 2019, passou a integrar a direção (Board of Directors) da EMES European Research Network. Premiado pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos como Pesquisador Destaque 2018, pelo impacto e relevância de sua contribuição à constituição e consolidação da pesquisa e pós-graduação; e como Pesquisador Destaque 2019, pelo impacto internacional de sua pesquisa e produção científica.

Madalena Sofia Oliveira

ISSSP - Instituto Superior de Serviço Social do Porto, AIPES-Associação Investigação e Promoção Economia Social, Portugal

Madalena Sofia Oliveira é doutorada na especialidade de Psicologia linha da vitimologia; mestre em Ciências Forenses e licenciada em Serviço Social. Docente no ISSSP e convidada no IUCS-CESPU e ISMAI. Co-coordenadora da área das Ciências Sociais e Jurídicas na Especialização em Perícias Forenses da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Investigadora integrada no JusGov - Centro Interdisciplinar em Direitos Humanos da Universidade do Minho (DH & JusCrime) e tem vindo a estudar a violência nas relações de intimidade; transmissão intergeracional da violência; igualdade de género; abusos e negligência infantil; acolhimento residencial de crianças e jovens e famílias multiproblemáticas e multiviolentas.
Consultora e avaliadora de projetos em entidades públicas e privadas na área da vitimologia e igualdade de género. Membro representante na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e Conselheira Externa para a Igualdade do município de Valongo. Integra a direção da Associação Portuguesa de Ciências onde é cocoordenadora das áreas da Psicologia e do Serviço Social Forenses e da Associação de investigação e Promoção da Economia Social.

Manuel Belo Moreira

Instituto Superior de Agronomia. CIRIEC-Portugal

As notas biográficas estarão disponíveis brevemente

Marisa Roriz Ferreira

Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto

Doutorada em Ciências Empresariais pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto. É professora coordenadora no Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior de Tecnologia e Gestão. Atualmente é coordenadora do Mestrado em Gestão das Organizações do 3º Setor e da Licenciatura em Gestão Industrial e Logística. É membro integrado do Centro de Inovação e Investigação em Ciências Empresariais e Sistemas de Informação (CIICESI) da ESTG/P.Porto. Áreas de intervenção: marketing, marketing social, responsabilidade social corporativa, sustentabilidade e organizações do 3º Setor.
Participa em diversas conferências pedagógicas e científicas, nacionais e internacionais. É orientadora e arguente de várias teses de mestrado. Enquanto investigadora tem várias publicações na área das Organizações do 3º Setor e da Responsabilidade Social Corporativa. Em 2017 foi chair do 4th Symposium on Ethics and Social Responsibility Research e em 2019 co-chair da Regional Helix.

Nuno Santos Jorge

Instituto Politécnico de Santarém

Nuno Santos Jorge, Professor Adjunto no Instituto Politécnico de Santarém, é licenciado e mestre em Sociologia pela Universidade Nova de Lisboa e Doutor em Sociologia pelo ISCTE-IUL - Instituto Universitário de Lisboa.
É, desde 2012, Coordenador do Mestrado em Gestão de Organizações de Economia Social (do IPSantarém) e leciona unidades curriculares nas áreas da economia social, problemas sociais contemporâneos, comportamento organizacional e metodologias de investigação.

Paulo Reis Mourão

Escola de Economia e Gestão - Universidade do Minho, Portugal

Paulo Reis Mourão nasceu em Vila Real (Portugal). Autor de várias dezenas de artigos científicos indexados na ISI Thompson e de vários livros focados na Economia, nas Finanças Públicas, na Economia Social e na Economia do Desporto. É uma Presença assídua nos meios de comunicação social nacionais e internacionais, contando com vários prémios de reconhecimento científico.
Doutorado em Economia, é um dos Professores da Universidade do Minho que tem visitado o maior número de universidades internacionais. A maioria das suas preleções internacionais abarca temas da atualidade económica internacional, os desequilíbrios socioeconómicos e ambientais bem como os desafios colocados aos vários mercados.

Pedro Hespanha

Professor Jubilado da Faculdade de Economia de Coimbra. Membro Fundador do Centro de Estudos Sociais, Portugal

Sociólogo. Professor Jubilado da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e membro fundador do Centro de Estudos Sociais. Tem investigado e publicado nas áreas dos estudos rurais, políticas sociais, sociologia da medicina, pobreza e exclusão social. Foi professor visitante em várias universidades estrangeiras e participou como pesquisador principal em vários projetos e redes de pesquisa nacionais e internacionais, lidando com políticas sociais ativas, exclusão social e pobreza, experiências e estratégias de emprego e desemprego. Coordena desde 2008 o Grupo de Estudos sobre Economia Solidária do Centro de Estudos Sociais (ECOSOL/CES).

Pedro Telhado Pereira

UMa - Universidade da Madeira, Portugal

Licenciado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa em 1979, é Mestre em Economia pela Universidade do Minnesota em 1984, Doutorado em Economia pela mesma Universidade em Fevereiro de 1986, tendo obtido a sua Agregação em Microeconomia pela Universidade Nova de Lisboa em 1991.Das suas principais áreas de investigação destacam-se Economia da População, Economia do Trabalho, Economia da Educação, Econometria Aplicada e Teoria Microeconómica. É autor de mais de cinco dezenas de artigos em revistas ou livros (Labour Economics, Economic Letters, Applied Economics, International Migration Review, entre outras). Foi coordenador nacional de vários projetos financiados pela Comissão Europeia e Fundação para a Ciência e Tecnologia. Foi Assistente na Universidade Católica Portuguesa e na Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa. Professor Auxiliar e Associado na Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa, Pró-Reitor na Universidade Nova de Lisboa de 1993 a 1997, Vice-Reitor da Universidade da Madeira entre 2003 e 2004, Reitor da Universidade da Madeira entre 2004 e 2009 e Diretor do Centro de Estudos de Economia Aplicada do Atlântico de 2004 a 2015. Atualmente é, desde 1998, Investigador do Institute for the Study of Labor, Bona, Alemanha; Investigador Associado do Centre for Economic Policy Research de Londres, Inglaterra, desde 1999; Professor Catedrático na Universidade da Madeira, desde 2001 e Presidente da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade da Madeira, desde 2020.Entre outros cargos foi Membro do European Society for Population Economics Council por dois mandatos; Research Affiliate, Selapo, University of Munich. Membro do Editorial Board - International Papers in Political Economy e consultor da revista Economia.

Raquel Rego

Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, Portugal

Investigadora, doutorada em sociologia desde 2007 pela Université Lille 1 e, simultaneamente, pelo ISCTE-IUL -Instituto Universitário de Lisboa. Participa em projetos nacionais e europeus desde 1998 e é atualmente Investigadora Auxiliar no Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, colaborando com o programa de doutoramento em Política Comparada e Relações Internacionais do ICS. Anteriormente Raquel foi investigadora no SOCIUS-ISEG da Universidade de Lisboa (2007-2015) e membro da equipa portuguesa do European Observatory of Working Life (Eurwork) da Eurofound (2007-2015), é membro da IRENE, uma rede de especialistas independentes que trabalham sobre reestruturação de empresas, desde 2014, e membro da rede europeia IR Share desde 2018. É também consultora externa, colaborando nomeadamente com a Wilke Maack and Partners, PCG Project Consult e a ICF International. Para além de participar em outros projetos, é a coordenadora do projeto REP - Representatividade dos parceiros sociais e o impacto na governação económica, financiado pela FCT (2018-2021), e foi o representante português no projeto europeu DIRESOC - Digitalização e reestruturação: Que diálogo social?, financiado pela Comissão Europeia (2018-2020). Foi coordenadora da Comissão Organizadora dos Seminários Responsible Research and Innovation do ICS, de 2016 a 2020. Em 2018, Raquel fundou a Secção Temática: Sociedade Civil, Economias Alternativas, Voluntariado, na Associação Portuguesa de Sociologia, conjuntamente com Cristina Parente e Sílvia Ferreira.

Ricardo Fabrício Rodrigues

UMa - Universidade da Madeira, Portugal

É professor auxiliar da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade da Madeira e membro do grupo de investigação "Trabalho e Emprego" do SOCIUS - Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações, unidade que integra o consórcio CSG - Investigação em Ciências Sociais e Gestão (ISEG-UL). Doutorado em Sociologia Económica e das Organizações (2008) no Instituto Superior de Economia e Gestão - Universidade Técnica de Lisboa tendo desenvolvido a sua formação académica no ISEG/UTL (doutoramento e mestrado), na Universidade Católica (Pós-Graduação) e no ISCTE-IUL (licenciatura). O (des)emprego, o envelhecimento, a virtualização das práticas humanas, a empresarialização da sociedade e as ideologias na atividade organizacional constituem os seus principais interesses de investigação. É desde 2015/2016 regente das unidades curriculares Sociologia da Empresa e das Organizações, Comportamento Organizacional e Gestão de Recursos Humanos do curso de Gestão da Universidade da Madeira.

Rogério Barros

AIPES-Associação Investigação e Promoção Economia Social, Portugal

É Doutor em Multimédia em Educação pela Universidade de Aveiro, Mestre em Gestão Cultural pela Universidade da Madeira e Licenciado em Matemática e Ciências Naturais, pela Escola Superior de Educação Jean Piaget. Tem trabalhos publicados em revistas científicas internacionais no âmbito das Ciências da Educação e participado em seminários e congressos com comunicações em torno de questões ligadas à temática das Ciências da Educação e das Ciências e Tecnologias da Comunicação. É revisor científico em várias revistas relacionadas com as referidas áreas científicas. Tem dinamizado ações de formação contínua a docentes no âmbito das Tecnologias de Informação e Comunicação. Desenvolveu trabalhos de investigação e posteriormente desempenhou funções de Coordenador da área de Investigação da Divisão de Investigação e Multimédia, da Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia/Direção Regional de Educação da Região Autónoma da Madeira. É responsável pela implementação de Projetos Educativos no âmbito do programa Educamedia, da Direção de Serviços de Investigação, Formação e Inovação Educacional. É o responsável pela unidade curricular de Marketing, Produção e Comunicação Digital, da Pós - Graduação em Gestão Estratégica de Eventos do Instituto Superior de Administração e Línguas. É vogal do Conselho Cientifico da AIPES- Associação de Investigação e Promoção da Economia Social.

Rogério Roque Amaro

ISCTE-IUL Instituto Universitário de Lisboa, Portugal

Rogério Roque Amaro, licenciado em Economia pelo ISEG-UL (1974), doutorado em Economia pela Université de Grenoble (1980), é professor associado do Departamento de Economia Política, Coordenador do Centro de Estudos Internacionais e Investigador Integrado do ISCTE-IUL - Instituto Universitário de Lisboa e tem uma vasta experiência em intervenção comunitária, economia solidária, desenvolvimento local e projetos de luta contra a pobreza e exclusão social, em Angola, Portugal, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e S. Tomé e Príncipe. É membro de várias associações, nestes domínios, nomeadamente, fundador da RedPES - Rede Portuguesa de Economia Solidária, da RIPESS - Europa - Rede Intercontinental de Promoção da Economia Social e Solidária, da RELDESS - Rede Lusófona de Desenvolvimento e Economia Social e Solidária e da PROACT e ainda cofundador e atual presidente do Conselho Científico da ACEESA - Associação Centro de Estudos de Economia Solidária do Atlântico dos Açores, chefe de redação da revista "Economia Solidária" e presidente da Assembleia Geral da ANIMAR. Foi consultor regular do PNUD, da OIT, para as áreas de Desenvolvimento e Economia Social e Solidária do governo central português e dos governos autónomos dos Açores e da Madeira. Tem várias publicações sobre os temas do Desenvolvimento e Economia Solidária, bem como, diversas participações e comunicações em eventos académicos e públicos, em Portugal e no estrangeiro.

Sara Melo

ISSSP - Instituto Superior de Serviço Social do Porto, Portugal

Licenciada em Sociologia (2002) pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Mestre em Desenvolvimento e Inserção Social (2007) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e Doutorada em Sociologia (2015) pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. É Professora Auxiliar do Instituto Superior de Serviço Social do Porto desde 2005 e colabora regularmente com várias instituições públicas e privadas em atividades de formação académica na área da Sociologia e Gerontologia Social. É Investigadora Integrada do Instituto de Sociologia da Universidade do Porto (ISUP), onde coordena atualmente a edição dos Working Papers ISUP e membro colaborador do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (CINTESIS) e do Centro de Investigação em Ciências do Serviço Social (CICSS). É cooperadora da Cooperativa de Ensino Superior de Serviço Social, CRL e, desde 2017, Presidente do Conselho de Administração.

Sérgio de Jesus Teixeira

ISAL - Instituto Superior de Administração e Línguas, AIPES-Associação Investigação e Promoção Economia Social, Portugal

É Professor Adjunto no ISAL-Instituto Superior de Administração e Línguas da Madeira. Doutorado em Gestão pela Universidade da Beira Interior (UBI), Mestre em Gestão e licenciado em Turismo pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). É Presidente do Conselho Técnico-científico ISAL, Coordenador Científico do Centro de Investigação ISAL, Diretor da Licenciatura em Turismo, Diretor Adjunto da Licenciatura em Gestão, Coordenador da Linha de Investigação "Competitividade, Inovação e Empreendedorismo". É membro integrado do Centro de Investigação em Ciências Empresariais do NECE-UBI, Colaborador do CITUR em Portugal. A sua investigação é essencialmente na área do Turismo, Competitividade, Inovação, Empreendedorismo, Estratégia, Negócios, Economia e Gestão. É autor de várias publicações científicas indexadas a ISI e SCOPUS onde apresentou também vários estudos em conferências internacionais. É membro do editorial de várias revistas científicas, uma delas a Management Decision e revisor científico de mais de 15 revistas científicas indexadas na WoS, quer da área da gestão quer do turismo. Publicou 2 livros, 1 na IGI Global e outro na Palgrave Macmillan. No âmbito da economia social tem sido consultor de várias Instituições de Solidariedade Social. É presidente da Direção da ACIRIS - Associação de Investigação Regional e Inovação Social e Presidente do Conselho Científico da AIPES- Associação de Investigação e Promoção da Economia Social.

Sílvia Ferreira

Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Portugal

Sílvia Ferreira é professora auxiliar em Sociologia, na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, investigadora do Centro de Estudos Sociais e do Centro de Estudos Cooperativos e da Economia Social da FEUC. É docente nos três níveis de estudos, na licenciatura em Sociologia, Mestrado em Sociologia, Mestrado em Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo e no Doutoramento em Sociologia. É co-coordenadora do programa de Mestrado em Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo. É doutorada em Sociologia pela Universidade de Lancaster (RU). A sua investigação tem focado a reforma da segurança social, o terceiro sector e as políticas sociais, o papel das organizações do terceiro sector na promoção da igualdade entre sexos, empreendedorismo social e inovação social na economia social e solidária, empresas sociais, voluntariado e a governação através de parcerias locais Estado/terceiro sector. Os seus interesses científicos têm incidido sobre a evolução da natureza do Estado-Providência e das "misturas de bem-estar" ancorada, mais recentemente, numa perspetiva enformada pelas abordagens sociológicas dos sistemas sociais complexos. O seu trabalho de extensão universitária tem incidido na relação entre a universidade e a sociedade, particularmente o terceiro sector/economia social.

Sónia Guadalupe

Instituto Superior Miguel Torga, Portugal

Assistente social.
Doutorada em Serviço Social (ISCTE-IUL, 2017); Doutorada em Saúde Mental (Universidade do Porto, 2009); Mestre em Família e Sistemas Sociais (Instituto Superior Miguel Torga, 2000); Licenciada em Serviço Social (Instituto Superior de Serviço Social de Coimbra, 1995).
Professora Auxiliar no Instituto Superior Miguel Torga, em Coimbra. Coordenadora da licenciatura (1.º ciclo) em Serviço Social. Vice-Presidente do Conselho Científico.
Investigadora do CEISUC - Centro de Estudos e Investigação em Saúde da Universidade de Coimbra. Editora-chefe da Revista Portuguesa de Investigação Comportamental e Social.
É membro da Comissão Instaladora da Ordem dos Assistentes Sociais (2020). Foi vice-presidente da Associação dos Profissionais de Serviço Social (2008/2015).

Vanda Lima

Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto

Doutorada em Ciências Empresariais pela Universidade do Minho. É Professora Adjunta na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico do Porto. É coordenadora do Mestrado em Gestão de Projetos (ESTG-P.PORTO). É investigadora integrada no Centro de Inovação e Investigação em Ciências Empresariais e Sistemas de Informação e a sua investigação centra-se nos domínios da gestão, especificamente nas áreas de conhecimento da gestão estratégica, dos sistemas de gestão e da responsabilidade social. Exerce ainda atividade na Unidade de e-Learning e Inovação Pedagógica do Politécnico do Porto (EIPP). Possuiu vasta experiência na orientação de dissertações/projetos de mestrado e em participação em júris de provas públicas. A sua investigação encontra-se publicada em revistas nacionais e internacionais, bem como em atas de encontros científicos com arbitragem científica.

Vasco Alves Almeida

Instituto Superior Miguel Torga, Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Portugal

Vasco Almeida é investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e docente no Instituto Superior Miguel Torga (ISMT), onde tem lecionado várias disciplinas nas áreas da Economia e da Política Social. É doutorado em Governação, Conhecimento e Inovação pela Faculdade de Economia da Universidade Coimbra (2010) tendo aí anteriormente efetuado o mestrado em Economia Europeia (1996) e a licenciatura em Economia (1979). No ISMT, tem desempenhado funções de coordenador científico do curso de Gestão (2010-2020), coordenador da Biblioteca e editor da Revista Interações. O seu trabalho de investigação tem incidido sobre as questões do Estado e das despesas públicas, institucionalismo económico, governação e terceiro sector, tendo vários artigos publicados nas referidas áreas. É autor do livro "As Instituições Particulares de Solidariedade Social. Governação e Terceiro Sector", Coimbra, Almedina (2011). Os seus interesses mais recentes de investigação focam-se nos domínios da economia consciente e da economia sustentável.

Vera Lúcia Mendonça

Departamento de Economia, Sociologia e Gestão da UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal

Licenciada em Trabalho Social pela UTAD em 2002. Doutorada em Psicologia Social e Antropologia pela Universidade de Salamanca em 2014. Professora Auxiliar na licenciatura e mestrado em Serviço Social da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. A atividade letiva em Serviço Social na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro teve início em 2001. Orientou mais de 50 trabalhos de natureza académica nomeadamente Licenciatura e Mestrado em Serviço Social. Tem organizado diversos eventos e participado em congressos nacionais e internacionais.

Victor Pestoff

Instituto de Estudos da Sociedade Civil, da Faculdade universitária Ersta Sköndal em Estocolmo, Suécia

Victor A. Pestoff obteve o bacharelato em ciência política pela Universidade Estatal da Califórnia em Long Beach; e mais tarde obteve o doutoramento em ciência política na Universidade de Estocolmo em 1977. Foi Professor Assistente no Departamento de Ciência Política (1978-83) e Investigador Associado na Escola de Negócios (1983-96) da Universidade de Estocolmo. Mais tarde tornou-se Docente ou Professor Associado em Ciência Política na Södertörns högskola em 1996 e teve uma Bolsa de Investigação na Faculdade de Economia em Kanazawa, Japão, em 1998. Tornou-se professor catedrático em Södertörns högskola (1999); e foi então nomeado Professor de Ciência Política na Universidade de Mid-Suécia em Östersund (2002). Depois de se reformar, em 2008, tornou-se Professor Convidado no Instituto de Estudos da Sociedade Civil no Colégio Universitário Ersta Sköndal, em Estocolmo, Suécia. Foi também nomeado Professor Convidado na Faculdade de Ciências Humanas da Universidade de Osaka, Japão, em 2014. A dissertação de doutoramento do Dr. Pestoff examinou as relações entre organizações voluntárias, votação e sistemas partidários nos países nórdicos. Mais tarde explorou os aspectos políticos e democráticos das organizações voluntárias, cooperativas, organizações do terceiro sector e a economia social. Publicou relatórios e artigos sobre organizações suecas de consumidores e influência dos consumidores; vários artigos e dois livros sobre movimentos cooperativos suecos e dois livros sobre o terceiro sector e o Estado Providência. As suas publicações mais recentes incluem A Democratic Architecture for the Welfare State (Routledge, 2009), New Public Governance, the Third Sector and Co-Production (Routledge, 2012), Social Enterprise and the Third Sector (Routledge, 2014), Co-production and Public Service Management
Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site concorda com a utilização de cookies.

Política de cookies

Usamos cookies próprios (técnicos) e de terceiros (Google Analytics) para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.
A) Os cookies são pequenos ficheiros de texto com informação distinta que se armazena no disco rígido do Utilizador pelo acesso a uma página web ou portal da Internet e que são enviadas ao servidor web na seguinte conexão que se faça ao servidor.
B) A informação que se recolha fará exclusivamente referência às páginas do Site pelas quais o Utilizador tenha navegado. A finalidade é estatística, bem como conhecer os gostos e preferências dos Utilizadores em relação ao website. Caso o Utilizador tenha configurado o seu navegador de tal forma que impeça a criação de cookies ou o avise deste facto, tal não impedirá que o Utilizador aceda ao website, mas poderá impedir o correto funcionamento do mesmo.